Adolescente é apreendido após estuprar enteada de quatro anos no São Raimundo

Manaus – Após agredir a companheira de 28 anos e supostamente estuprar a enteada de quatro anos, um adolescente de 17 anos foi apreendido na noite de quarta-feira (13), na residência da vítima, no bairro São Raimundo, Zona Oeste. De acordo com as investigações, o suspeito agrediu a companheira durante uma briga, após pedir separação. Quando a vítima saiu de casa e deixou as duas filhas de oito e quatro anos em casa, o suspeito teria levado a menina mais nova para tomar banho, e teria praticado atos libidinosos na criança. As informações são do Em Tempo.

Segundo a delegada Elizabeth de Paula, titular da Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), durante a manhã de quarta-feira, a mulher e o adolescente tiveram uma discussão. Na briga, o suspeito a agrediu com um soco no rosto.

Horas depois, a mulher saiu de casa para trabalhar e deixou as filhas com o suspeito. Em depoimento, a criança de oito anos relatou que o adolescente teria dito que iria dar banho na menina mais nova. “A irmã da vítima disse que chegou a pedir para o adolescente não fazer isso, mas mesmo assim ele levou a criança para o banheiro. Por um buraco da porta do banheiro (sic) a menina contou que viu quando o adolescente sentou no vaso sanitário sem roupas e colocou a menina de quatro anos no colo dele onde passou as mãos pelas partes íntimas da criança”, informou.

A delegada disse ainda que quando a mãe chegou em casa, a irmã da vítima relatou o ocorrido. A mãe acionou a Polícia Militar para apreender o adolescente. “A criança passou por um exame de conjunção carnal que não apontou nada. Se houve atos libidinosos, a perícia não aponta. Temos o depoimento da irmã da vítima, interrogamos também a vítima, mas ela não é de falar muito. Estou apurando a possibilidade de enviar o procedimento para Depca (Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente) para apurar a conduta da mãe das crianças que deixou as meninas com adolescente. A criança foi levada ao setor psicossocial da DPE (Defensoria Pública do Estado) onde deve concretizar as investigações para apontar se houve estupro de fato”, afirmou.

O adolescente foi autuado em flagrante pelo ato infracional de estupro de vulnerável e lesão corporal. A promotora de Justiça Simone Martins Ministério Público do Estado (MPE), manteve a internação do adolescente em um centro sócio educativo.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
30 ⁄ 15 =