Adolescente é apreendido após matar vizinha de 14 anos

Um adolescente de 13 anos foi apreendido suspeito de matar a vizinha Tamires Paula de Almeida, de 14 anos, na tarde desta quarta-feira (23), no setor Jardim América, em Goiânia. O caso ocorreu no 5º andar da escadaria do prédio onde moram. Ambos também estudavam na mesma escola estadual, localizada no mesmo bairro. As informações são do G1.

A estudante foi morta por volta das 13 horas, quando os adolescentes iam para o colégio. O capitão da Polícia Militar Leonidio Alves de Moraes Júnior contou ao G1 que eles se encontraram no elevador.

“Ele a arrastou até a escada de incêndio e a esfaqueou. A vítima foi atingida por cerca de dez facadas espalhadas pelos braços, pescoço e tórax”, explicou.

O adolescente foi para a escola, onde contou o que havia feito ao coordenador do turno vespertino. Em seguida, uma equipe do colégio correu ao prédio para tentar salvar a vítima.

Uma pessoa foi ao corredor e, sem saber, pediu ajuda no apartamento que era da mãe da vítima. Ela se deparou com a própria filha morta. Foi uma ocorrência muito traumática”, disse o capitão.

Um vizinho, de 46 anos, que não quis ter a identidade revelada, contou que já se encontrou com o adolescente por diversas vezes no prédio e que todos estão chocados com o que aconteceu. “É um condomínio muito familiar. Envolve duas crianças, assusta. Até porque não se sabe o que ocorreu ao certo”, disse ao G1.

Investigação

O delegado Paulo Ribeiro, da Delegacia Estadual de Investigação de Homicídios (DIH), esteve no local. Porém, ele informou que o caso deve ser investigado pela Delegacia de Apuração de Atos Infracionais (Depai).

“Ainda não se sabe a motivação do crime. Não podemos antecipar nada desse caso porque a gente não sabe os motivos que o levaram a cometer isso”, afirmou.

O delegado destacou que o sistema de monitoramento não registrou a morte da menina. “As câmeras de segurança mostram ele [adolescente apreendido] descendo do elevador e saindo do prédio, mas elas não registraram o crime”, afirmou.

IML retira corpo de estudante de 14 anos do prédio onde ela foi morta (Foto: Paula Resende/G1)
IML retira corpo de estudante de 14 anos do prédio onde ela foi morta (Foto: Paula Resende/G1)

Ainda segundo o investigador, não foi possível perceber, pelas imagens, se o garoto saiu do prédio com a faca na mão ou não.

A Polícia Técnico Científica esteve no prédio para realizar a perícia. O corpo da vítima foi retirado do local às 17h40 e encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Goiânia.

Desespero

Amiga da mãe da vítima, uma dona de casa, de 50 anos, que também preferiu não ter a identidade revelada, contou que a menina morava com a mãe.

A garota cursava o 9º ano do ensino fundamental. Segundo ela, a mãe da adolescente passou mal ao saber da morte da filha e foi internada no Hospital Jardim América, mas já recebeu alta.

“A mãe dela a viu morta e entrou em estado de choque. Está desesperada”, contou.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
22 ⁄ 2 =