Aliado histórico do PT, PCdoB lança Manuela D’Ávila à Presidência em 2018


Brasília – O Partido Comunista do Brasil (PCdoB), aliado do PT em todas as eleições presidenciais desde a redemocratização, anunciou neste domingo que terá candidatura própria à presidência. Em nota, a legenda lançou o nome de Manuela D’Ávila, ex-deputada federal e hoje deputada estadual pelo Rio Grande do Sul, como pré-candidata ao pleito de 2018. Com a decisão, as eleições do ano que vem podem ter quatro candidatos de esquerda: além de Manuela, são pré-candidatos o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT). O PSOL, que também deve ter candidatura própria, ainda não definiu quem será seu candidato.

Segundo o comunicado do PCdoB, a candidatura do partido deve ter como valores centrais “a retomada do crescimento econômico e da industrialização; a defesa e ampliação dos direitos do povo, tão atacados pelo atual governo; a reforma do Estado, de forma a torna-lo mais democrático e capaz de induzir o desenvolvimento com distribuição de renda e valorização do trabalho”. Manuela tem 36 anos e se elegeu duas vezes deputada federal, em 2006 e 2010. Em ambas as campanhas, acabou como a mais votada do estado. Na Câmara, chegou a ser líder da bancada do PCdoB.

Também concorreu à prefeitura de Porto Alegre duas vezes, em 2008 e 2012. Em 2014, foi eleita deputada estadual no Rio Grande do Sul. A gaúcha iniciou sua carreira política em 2004, quando foi eleita vereadora na capital gaúcha aos 24 anos.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas