Assaltante morre durante perseguição policial e comparsa é preso em Manaus

Manaus – O ex-presidiário Audo Pinheiro Ribeiro Junior,  25, morreu  e duas pessoas foram presas após o carro em que estavam capotar, na madrugada desta quinta-feira (11). O grupo roubou um táxi depois de assaltar uma lanchonete e, durante a fuga, capotaram e colidiram em uma residência, na Avenida Cosme Ferreira, de acordo com informações da Polícia Militar (PM-AM).

Segundo informações da PM, por volta de 1h30, populares acionaram a polícia e informaram que o grupo havia roubado uma lanchonete. Após o assalto, os criminosos pararam um táxi, renderam o motorista e roubaram o carro para fugir.

Na fuga, o carro capotou e colidiu em uma residência. Populares no local tentaram linchar os criminosos, mas a confusão foi contida pela PM. Foram presos Lucas Alexandre Cruz da Silva, 21, e Pamela Gabriele de Melo Mata, 22. Audo Pinheiro estava inconsciente quando foi encontrado pelos PMs e foi encaminhado ao Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, onde não resistiu e morreu.

Conforme a polícia, Audo tinha sido preso pelo 9º Distrito Integrado de Polícia (DIP) em 26 de abril por roubo e saiu dia 27 após audiência de custódia.

Com o grupo, foram encontrados um revólver 38, com numeração raspada e três cápsulas não deflagradas. Ainda segundo a PM, mais uma pessoa que estava envolvida no assalto conseguiu fugir antes da chegada da PM no local. Com informações D24am.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
30 − 2 =