Assista: Estudante é detida após chamar Jair Bolsonaro de homofóbico

São Paulo – Duas estudantes foram detidas pela Polícia Legislativa da Câmara dos Deputados, no início da noite de ontem (1º), após uma delas ser acusada chamado o deputado Jair Bolsonaro de “homofóbico” nas dependências da Câmara.

A condução das jovens foi filmada e publicada na internet por Eduardo Bolsonaro, que é filho de Jair. “Duas senhoras, do nada, xingaram o Deputado Jair Bolsonaro de homofóbico, ‘seu merda’ e racista. Após o lamentável episódio, o deputado registrou queixa na Polícia Legislativa”, informou ele no Facebook.

Screenshot_1

Confira o vídeo:

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
13 × 19 =