Bolsonaro aprova orçamento com mais de 48 mil vagas em concursos públicos

Brasília – O presidente Jair Bolsonaro (PSL) sancionou nesta quarta-feira (16/1) o projeto de Lei Orçamentária Anual de 2019 e, com isso, autoriza o repasse de verbas para a realização de concursos públicos no país. A medida tinha sido aprovada pelo Congresso Nacional em dezembro do ano passado e esperava aprovação do Executivo.

Segundo a medida, serão ofertados 48.224 cargos públicos. Esses números garantem a possibilidades de abertura de diversos concursos ainda neste ano. Serão criadas oportunidades para os três poderes: Legislativo, Judiciário e Executivo.

Há vagas previstas para o DF. A expectativa é que as polícias Civil e Militar, bem como o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal promovam seleções neste ano. Confira a divisão das vagas no DF:

  • Polícia Militar do DF – 947 provimentos
  • Polícia Civil do DF – 700 provimentos
  • Corpo de Bombeiros Militar do DF – 379 provimentos

Ao todo, o Orçamento 2019 conta com R$ 3,38 trilhões para investimentos, sendo R$ 351,35 bilhões voltados ao custeio de gasto com pessoal, incluindo os recursos para inativos e pensionistas.

Para o Poder Legislativo, as vagas podem ser divididas da seguinte forma:

  • Câmara dos Deputados – 127 cargos a serem criados e 197 para provimento, totalizando 324 cargos
  • Senado Federal – 40 provimentos de cargos
  • Tribunal de Contas da União (TCU) – 20

Para o Poder Judiciário estão previstos 2.973 cargos, sendo 1.047 para criação e 1.926 para provimento. Estas vagas estão distribuídas da seguinte forma:

  • Supremo Tribunal Federal (STF) – 38 cargos
  • Superior Tribunal de Justiça (STJ) – 50
  • Tribunal Regional Federal (TRF) – 925, sendo 625 para criação e 300 para provimento
  • Superior Tribunal Militar (STM) – 30
  • Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e Tribunal Regional Eleitoral (TRE) – 1.240, sendo 370 para criação e 840 para provimento
  • Tribunal Superior do Trabalho (TST) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT) – 684, sendo 52 para criação e 632 para provimento e
  • Conselho Nacional da Justiça (CNJ) – 6

Já para o Poder Executivo serão disponibilizadas a maior quantidade de vagas, são 42.818 cargos, sendo 2.095 para criação e 40.723 para provimento.

Dessas vagas, 11.493 são para cargos e funções vagos sem especificações de órgãos, com isso a expectativa é que sejam feitos concurso para o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Departamento Penitenciário (Depen) e também um novo concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF), conforme anunciado pelo diretor-geral da corporação.

Ainda de acordo com o documento, 22.559 vagas são para provimento de professores e técnicos administrativos em educação, de institutos e universidades.

Outros órgãos também serão contemplados, são eles:

  • Ministério Público da União (MPU) – 10 vagas
  • Conselho Nacional do MPU – 2 vagas.
  • Defensoria Pública da União (DPU) – 2.032 vagas

Com informações Metrópoles | FOTO EVARISTO SA/AFP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
21 − 13 =