Caso Rayane chega ao fim após mãe reconhecer corpo encontrado em matagal; centenas acompanham enterro

São Paulo –  O corpo da adolescente Rayane Alves, de 16 anos, encontrado com um cadarço no pescoço, na estrada municipal João Evangelista dos Santos, na altura da rodovia Ayrton Senna, foi velado e enterrado na tarde desta segunda-feira (29), em Mogi das Cruzes, em São Paulo.

“Só coisas boas, tudo o que ela fez sempre para o bem, estava começando a vida profissional, curtiu seus 16 anos. Muito amor e muita conversa. Um fatalidade que acontece, mas eu aguardo Justiça. Todos os pais deveriam conversar mais entre família”, afirmou Márcio. “Conversei com o delegado, porém só tive esclarecimentos técnicos. Não tive cabeça para isso.”

Segundo informações da RecordTV, a mãe da jovem, Marlene Paulino, passou mal em diversos momentos do velório e teve de ser levada para um hospital. Ela estaria a base de remédios há mais de uma semana.

Cerca de 400 pessoas compareceram no enterro da jovem em Mogi das Cruzes
Cerca de 400 pessoas compareceram no enterro da jovem em Mogi das Cruzes Reprodução/RecordTV

O velório ocorreu no cemitério de Mogi das Cruzes e teve a participação de cerca de 400 pessoas, entre amigos e familiares da menina. Após o cortejo, o pai da garota, Márcio, cumprimentou os participantes. Muitos moradores da cidade estiveram presentes no enterro.

Por volta de 16h do domingo (28), o corpo da adolescente foi encontrado com um cadarço no pescoço, na estrada municipal João Evangelista dos Santos, na altura da rodovia Ayrton Senna.

Na manhã desta segunda-feira (29), a mãe de Rayane Paulino Alves reconheceu o corpo como sendo o da sua filha, no IML (Instituto Médico Legal) de Mogi das Cruzes, informou a repórter da RecordTV Beatriz Casadei.

O caso

A jovem desapareceu após ir embora de uma festa que acontecia no bairro Botujuru, Mogi das Cruzes, na região Metropolitana da capital paulista, no último dia 20.

O Corpo de Bombeiros realizou buscas pela garota, que iniciou-se na última sexta-feira e terminou na noite de sábado (27), após indícios de que a garota passou por Jacareí, município no interior paulista, a 82 km da capital.

A Polícia Civil vai investigar, agora, as causas da morte da jovem e os possíveis envolvidos. Com informações R7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
10 + 16 =