Image and video hosting by TinyPic

Celso Russomanno lidera corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup


São Paulo –  Pesquisa Ibope divulgada nesta terça-feira (21) mostrou que Celso Russomanno, deputado federal e pré-candidato pelo PRB, lidera a corrida eleitoral pela Prefeitura de São Paulo. Ele tem 26% das intenções de voto.

Russomanno tem um processo contra ele no STF (Supremo Tribunal Federal) que pode torná-lo “ficha-suja” e inviabilizar sua entrada na disputa pela prefeitura.
O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, já se manifestou favorável à condenação por peculato (desvio de dinheiro público) do deputado federal. Se a Corte Suprema acatar suas considerações até agosto, prazo para registro das candidaturas, Russomanno não poderá se candidatar nas eleições de 2016.
O candidato do PSDB João Dória aparece em seguida, com 6% das intenções de voto, e Andrea Matarazzo (PSD), com 4%. A pesquisa foi realizada entre os dias 16 e 19 de junho e ouviu 602 pessoas.
É seguido pela senadora Marta Suplicy (PMDB), que tem 10%, pela deputada Luiza Erundina (PSOL), que tem 8%, pelo atual prefeito, Fernando Haddad (PT), com 7%, e pelo empresário e pré-candidato do PSDB, João Doria, com 6%. O vereador Andrea Matarazzo (PSD) e o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC) têm 4% cada um. O Delegado Olim (PP) está com 3% e o Major Olímpio (SD) alcançou 2%.

Na pergunta espontânea, em que os entrevistados são questionados em quem vão votar sem que se apresentem os nomes dos candidatos, a maioria (54%) não soube responder. Outros 26% disseram que votarão em branco ou nulo.

A rejeição de Fernando Haddad é a maior entre os candidatos: 46%. Marta Suplicy aparece em segundo lugar, com 42% das rejeições, seguida por Marco Feliciano (PSC), com 31% e Luiza Erundina, com 29%. Dos candidatos mais conhecidos, Russomanno é o que aparece com o menor índice de rejeição: 22%.

A implantação de faixas exclusivas de ônibus é aprovada por 92% dos paulistanos. Já a redução da velocidade nas vias e a implantação de ciclovias dividem o paulistano: 51% aprovam essas políticas. Para 9% dos entrevistados, a implantação de ciclovias melhorou muito o deslocamento na cidade e para 47% não afetou em nada. Em novembro, uma pesquisa do instituto Datafolha mostrava que 56% dos paulistanos eram a favor das ciclovias. Em setembro, esse percentual era de 80%

.


Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
10 × 25 =