Image and video hosting by TinyPic

Cliente sofre abuso sexual no bar Axerito em Manaus


Manaus – Uma jovem denuncia um caso de assédio ocorrido no bar Axerito, localizado no conjunto Adrianópolis, Zona Centro-Sul de Manaus. A vítima, que não quis ser identificada, afirma que um homem colocou a mão debaixo da saia dela. O caso, ocorrido no domingo (23), foi registrado no 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP). Em nota, a diretoria do Axerito Bar afirmou que não compactua com qualquer tipo de violência dentro do espaço da casa e que adotou todas as medidas necessárias para que o caso seja esclarecido. As informações são do G1.

A vítima conta que estava dançando com amigas quando sofreu o assédio. “Esse cara agarrou a minha saia. Aí, comecei a discutir com ele”, relata a jovem, que diz ainda que a segurança do local fez “pouco caso” da situação.

“O segurança não fez nada, disse que ele era um cliente da casa e que era para eu parar de exagerar. A pior parte foi os seguranças, sem iniciativa nenhuma, ficarem falando em exagero”, acrescenta.

Segundo a vítima, ela, as amigas e o suspeito foram expulsos da casa noturna. No entanto, o dono do bar a procurou para que o assediador fosse identificado. O suspeito foi detido e encaminhado, junto com a vítima, para a Delegacia da Mulher. De lá, eles foram para o 12º DIP, onde a ocorrência foi registrada. Ele foi liberado após prestar depoimento.

A jovem diz que essa não é a primeira ocorrência envolvendo a casa noturna. “Isso já aconteceu com uma amiga minha no domingo retrasado. Ela foi assediada e fez um escândalo, mas não deu em nada”, recorda.

Em nota, a diretoria do Axerito Bar lamentou o ocorrido e afirmou que foram tomadas todas as medidas necessárias naquele momento: “pedimos que ambas as partes se retirassem do ambiente e as acompanhamos, juntamente com seguranças privados, para esclarecer a situação; após isso tentamos acalmar os ânimos de todos até que a polícia chegasse ao local. Os envolvidos foram escoltados pela polícia para prestar esclarecimentos na delegacia competente”, diz um trecho do comunicado.


Comments

comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas