Corpo de condenado por pedofilia é encontrado dentro de mala


screenshot_5

Brasília –  Preso por pedofilia em 2011, Ivonilson Menezes da Cunha, 40 anos, fazia parte de um grupo de orações no Paranoá. Um frequentador da Paróquia Santa Maria dos Pobres, que pediu para não ter o nome divulgado, afirmou ao Metrópoles que Ivonilson frequentava a igreja havia pelo menos oito anos. Um funcionário do local também confirmou à reportagem que o homem participava de diversas atividades no templo. Ivonilson foi encontrado morto dentro de uma mala no Lago Paranoá na manhã desta quinta-feira (27/10).

As duas pessoas que conheciam Ivonilson se surpreenderam com a morte do homem e ficaram estarrecidas ao saberem que o colega de igreja havia sido preso. Segundo inquérito da Polícia Civil, ele assediou um adolescente de 13 anos e ofereceu dinheiro em troca de sexo.

Em 17 de janeiro de 2011, dias após ser preso, Ivonilson (foto abaixo) teve a liberdade provisória decretada pela Segunda Vara Criminal do Paranoá. No despacho da época, o juiz de direito substituto Taciano Vogado Rodrigues Júnior afirmou que “o crime em questão não foi cometido com violência ou grave ameaça à pessoa”.

PCDF/Reprodução

O corpo de Ivonilson foi encontrado dentro de uma mala após a Polícia Militar ser acionada. A perícia foi chamada e constatou que a vítima estava com as mãos e os pés amarrados, além de haver sacos plásticos na cabeça. A hipótese de acerto de contas não está descartada.

Reprodução/WhatssApp

De acordo com a Polícia Civil, a vítima trabalhava no Carrefour Sul, morava na Quadra 6 do Paranoá e era conhecido como “Gato de Botas”. A mala foi achada perto do Edifício Ícone Parque, onde funciona o Coco Bambu e a Academia Bodytech.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas