Cremosa é flagrada tentando entrar no presídio do Puraquequara com celular na pepeka


Manaus  – Uma mulher de 29 anos foi flagrada, na tarde deste domingo (12), ao tentar entrar na Unidade Prisional do Puraquequara (UPP) com um celular, uma bateria e um chip. Os objetos, segundo a Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), foram encontrados introduzidos na vagina da mulher.

Conforme informações da Seap, a mulher é irmã do interno Lucas Levy Souza. O flagrante ocorreu durante o procedimento de revista. Segundo a secretaria, os objetos foram detectados quando a suspeita sentou no detector de metais do tipo banqueta.

Resultado de imagem para celular na vagina

A visitante foi conduzida ao 14º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para os procedimentos de flagrante, pelo crime de facilitação de entrada de materiais proibidos em estabelecimento prisional. A irmã do interno também teve a autorização de visita suspensa por 30 dias pela Seap.

Com informações D24am.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas