Estupradores em série já fizeram pelo menos 103 vítimas em Manaus

Manaus – Nos últimos nove anos, a polícia do Amazonas identificou cinco estupradores em série que atacavam mulheres na capital. De acordo com registros do Sistema Integrado de Segurança Pública (Sisp), ao menos 103 mulheres foram abusadas sexualmente pelos criminosos em matagais ou residências. As informações são do Em Tempo.

Entre os principais maníacos sexuais investigados estão Anderson Ferreira da Silva, 33, o “Negão” ou “Maníaco do Eldorado”, Herley Nascimento Santos, 37, Martinlange Batalha Costa, 37, (foragido da Justiça), Arthur Gomes Peres Júnior, 39, o “Kuka” e um homem que não teve o nome divulgado, conhecido como “Maníaco da Jacira Reis”.

“Tivemos muito trabalho nas prisões desses criminosos. Na época, eu estava na Delegacia Especializada em Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD) e foram horas de investigação para prendê-los. A grande maioria está atrás das grades. Eles roubavam e estupravam as vítimas”, disse Orlando Amaral, titular da Secretaria-executivo-adjunto de Operações Integradas (Seaop).

Em consultórios

“Kuka” violentava dentistas. Ele foi morto na rebelião do Compaj

Arthur Gomes Péres Júnior, o “Kuka” foi acusado de violentar 12 mulheres em consultórios da cidade, agindo sempre da mesma forma. Ele foi preso pela PM em uma parada de ônibus do bairro São Raimundo, Zona Oeste. Ele vitimou duas dentistas e a filha de uma delas, de 14 anos, em 2008. Em janeiro deste ano, “Kuka” foi um dos criminosos mortos durante a rebelião compaj do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

Psicopatas

De acordo com o psicólogo Fernando Júnior, o maníaco sexual é um psicopata. “Grande parte dos psicopatas apresenta transtorno de conduta quando criança. São pessoas que viviam em ambientes violentos e economicamente ruins, sem a figura de uma pessoa cuidadora”, disse o especialista.

 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
26 − 13 =