Deputada afirma que masturbação é tema que deve ser proibido para adolescentes

Brasília – A deputada federal Rosinha da Adefal (Avante – AL) apresentou, em fevereiro deste ano, um projeto de lei no qual propõe que os professores sejam proibidos de falar sobre temas como masturbação, sexo anal, poligamia, entre outros, para adolescentes. As informações são do Metro 1.

Ao justificar o projeto, intitulado “Infância sem pornografia”, Rosinha defende que a masturbação é um tema “impróprio ou complexo” para crianças e adolescentes.

“A lei não permite a professores ou agentes de saúde, ou qualquer outro servidor público, ministrar ou apresentar temas da sexualidade adulta a crianças e adolescentes – abordando conceitos impróprios ou complexos como masturbação, poligamia, sexo anal, bissexualidade, prostituição, entre outros – sem o conhecimento da família, ou até mesmo contra as orientações dos responsáveis”, escreveu Rosinha no texto.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
20 × 4 =