Detento morre após passar mais de uma semana com três telefones celulares no estômago


São Paulo – Um preso de 26 anos que cumpria pena na Penitenciária Silvio Yoshihiko Hinohara, a P1, em Presidente Bernardes, morreu nesta quinta-feira (12) no Hospital Regional (HR), em Presidente Prudente, depois de passar mais de uma semana com três aparelhos de telefones celulares no estômago. As informações são do G1.

loading...

O preso procurou o setor de enfermagem da penitenciária nesta quarta-feira (11) alegando que, no último dia 4, quando houve uma revista geral, havia engolido três aparelhos de telefones celulares com o intuito de burlar a vigilância para posteriormente expeli-los.

No entanto, depois de uma semana, ele não obteve sucesso em seu plano e estava sentindo fortes dores em sua barriga. Ele foi encaminhado à Santa Casa de Presidente Bernardes, onde um exame de raios-X constatou os três aparelhos em seu estômago.

O preso foi medicado com laxantes e retornou à unidade, onde ficou em observação, porém, mesmo com os medicamentos, não conseguiu expelir os celulares.

Preso tinha três celulares no estômago (Foto: SAP/Cedida)
Preso tinha três celulares no estômago (Foto: SAP/Cedida)

Desta forma, no período da tarde, ele foi encaminhado ao Hospital Regional, em Presidente Prudente, onde permaneceu internado e na manhã desta quinta-feira (12) passaria por uma cirurgia para a retirada dos aparelhos do corpo.

Entretanto, por volta das 8h, o preso solicitou ao agente que o acompanhava que precisava usar o banheiro e, ao retornar, caiu passando mal e morreu.

Segundo a Secretaria da Administração Penitenciária do Estado de São Paulo (SAP), “todas as providências referentes ao ocorrido estão sendo tomadas, como exame necroscópico, informações à família e aos órgãos competentes”.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas