Dupla é presa após sequestrar e torturar homem, em Manaus

Manaus – Joel Moraes do Nascimento, 32, e Franciney Braga Lima, 40, foram presos na manhã desta terça-feira (14), suspeitos de sequestrar e torturar um pedreiro de 23 anos, no bairro Colonia Terra Nova, zona norte, no dia 5 deste mês. A vítima teve a orelha arrancada e três dedos da mão direita amputados com um alicate pelos criminosos, conforme informações do delegado Jone Clei Rodrigues, do 18º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

A policia ainda procura nove suspeitos do crime, entre eles, o mandante do sequestro, identificado como José Edival Cavalcante Lima Junior, conhecido como “Junior”, 36, e dois foragidos da fuga em massa ocorrida no primeiro dia deste ano, durante o massacre no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj).

De acordo com o delegado do 18º DIP, os suspeitos cometeram o crime a mando de “Junior”, apontado como traficante de drogas do Colônia Terra Nova, por acreditar que o pedreiro tinha denunciado à venda de drogas na área.

Segundo o delegado Jone Clei, no dia 3 deste mês, “Junior” tinha sido preso por tráfico de drogas, mas foi liberado no dia 5, durante audiência de custodia no Fórum Henoch Reis.

(Foto: Gilson Mello)

“Assim que foi liberado, o Junior reuniu os comparsas e invadiram a casa da vítima que foi arrastada pela rua até a casa do Junior. Lá teve os dedos arrancados e depois foi levada para outro cativeiro, onde continuou apanhado de perna manca e ainda teve a orelha direita arrancada pelos criminosos”, disse.

Ainda segundo o delegado, a vítima só não foi morta porque outro morador da área acionou a polícia e todos os suspeitos fugiram. “A vítima nunca denunciou ninguém para a polícia. Mas os criminosos escolheram alguém para mostrar o domínio do tráfico na área e amedrontar os outros moradores”, comentou.

Joel e Franciney foram presos em cumprimento a mandado de prisão expedido no dia 10 deste mês, pela juíza Sanã Nogueira Almendros de Oliveira, do Plantão Criminal.

Os dois homens foram indiciados por sequestro, cárcere privado, tortura e lesão corporal. Na manhã desta quarta- feira, eles serão levados para audiência de custodia no Fórum Henoch Reis, na zona centro-sul de Manaus.

Com informações D24am.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
4 + 13 =