Efeito lavajato | Prisão de Sérgio Cabral assusta ex-governadores do Amazonas

Manaus –  A construção da Arena da Amazônia fez parte do “acerto” entre empreiteiros que decidiram lucrar com as obras da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

O conluio com o objetivo de fraudar licitações se deu em 2007, conforme registrou Clovis Primo, ex-executivo da Andrade Gutierrez, ao MPF/RJ. “Em decorrência do acerto (com a Odebrecht), a Andrade Gutierrez venceu as licitações para a construção de estádios em Brasília e Manaus”, afirmou ele, em delação premiada.

As declarações do ex-executivo fazem parte do quebra-cabeça montando pelo Ministério Público Federal, PF e Justiça Federal para prender o ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral,

Há tempos que a imprensa nacional vem divulgado trechos de delações premiadas que complicam ex-governadores.

Ontem, o resultado dessas revelações  surtiu os primeiros efeitos, na prática.

Com informações Portal Acrítica. 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
2 + 19 =