Image and video hosting by TinyPic

Especialista em falsificar documentos é preso em Manaus


Manaus – A Polícia Civil do Amazonas, representada pelo delegado Marcos Paulo Graciano, titular do 15° Distrito Integrado de Polícia (DIP), falou na manhã desta quarta-feira (10/1), durante coletiva de imprensa realizada às 10h, no prédio da unidade policial, sobre a prisão, em flagrante, do fugitivo do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj) José Airton de Andrade Pinheiro, 48, por falsidade ideológica, falsificação de documento público, uso de documento falso e falsa identidade.

De acordo com a autoridade policial, o infrator foi preso pela equipe do 15º DIP na casa onde morava, situada na Rua Creta, bairro Nova Cidade, zona norte da cidade. O flagrante aconteceu após o recebimento de delação, feita ao número (92) 99388-3405, o disque-denúncia da unidade policial, informando que o homem possuía uma sentença condenatória por roubo. José cumpria, em regime fechado, pena por roubo no Compaj, de onde fugiu em 2015. A ordem judicial em nome dele foi expedida no dia 9 de fevereiro daquele mesmo ano, pelo juiz Luís Carlos Honório de Valois Coelho, da Vara de Execuções Penais (VEP).

Material apreendido (Foto: Erlon Rodrigues)

Montamos campana no local e, durante abordagem, o homem apresentou Registro Geral (RG) falso e acabou autuado em flagrante por uso de documento falso. Durante buscas na residência dele foram apreendidas três impressoras e um notebook, utilizados para falsificar documentos. Também apreendemos no imóvel RGs, carteiras de habilitação, uma carteira funcional de investigador da Polícia Civil, além de uma carteira funcional de delegado da Polícia Federal. Todos falsificados”, explicou Marcos Paulo Graciano.

A autoridade policial informou que na casa do infrator foram encontrados, ainda, cédulas em branco de RG, Carteira Nacional de Habilitação (CNH), Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), selo de cartórios falsificados, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS) em branco e outras com os dados falsificados, cédulas em branco de Certidão de Nascimento, blusas com o brasão da Polícia Federal, carimbo com marca d’água utilizado para falsificar RGs e Cadastro de Pessoas Físicas (CPF).

José Airton foi autuado em flagrante por falsidade ideológica, falsificação de documento público, uso de documento falso e falsa identidade. Após os procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será levado para Audiência de Custódia no Fórum Ministro Henoch da Silva Reis, situado no bairro São Francisco, zona sul da capital. Após Audiência de Custódia, ele será encaminhado ao Centro de Detenção Provisória Masculino (CDPM), onde irá ficar à disposição da Justiça.

Com informações AIPCAM/ Crédito Fotográfico: Erlon Rodrigues


Comments

comments

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas