Ex-secretário Afonso Lobo vai para prisão domiciliar


Manaus – No início da noite de quarta-feira (24), o juiz federal Leão Aparecido Alves do Tribunal Regional Federal da 1ª Região de Brasília, aceitou os argumentos da defesa do ex-secretário da Sefaz, Afonso Lobo, e converteu a prisão preventiva em domiciliar.

Recentemente o mesmo pedido já tinha sido rejeitado pela Justiça Federal do Amazonas. Na decisão o magistrado visou manter os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa.

De acordo com a investigação da Polícia Federal,  Lobo recebia propinas de Mouhamad Moustafá, lider de uma organização criminosa que desviou mais de R$120 milhões da saúde do Estado do Amazonas.

Entre as vantagens indevidas recebidas estão vinhos avaliados em R$ 33 mil  além de dinheiro e  ingressos em grandes festivais. Ainda segundo a PF, o ex-secretário agilizava aos pagamentos do governo, para as empresas de Moustafá.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas