Image and video hosting by TinyPic

Família é presa após usar bebê de 1 ano para cometer assaltos


Goiânia – Uma mulher, o marido e o cunhado dela foram presos suspeitos de assaltar casas e comércios de Goiânia. De acordo com a Guarda Civil Metropolitana da capital, o casal usava o filho de um ano de idade para sensibilizar as vítimas e seduzi-las para cometer os roubos. Um comerciante que não quis se identificar disse que chegou a oferecer comida para a criança e foi assaltado pelo trio.

Ele, que é dono de uma distribuidora de bebidas, disse que foi vítima da quadrilha na hora do almoço. “Eu vi que ela estava com o bebê no braço e falei que parecia que o bebê estava com fome. Aí eu a chamei de volta e falei que ia dar um torresmo, e entreguei o torresmo pra ela. Depois chegaram três homens, tinham dois armados.

“Eu fiquei com dó mesmo, com pena, eu nunca imaginei isso, que a mulher, com um neném no braço ia assaltar a gente”, desabafou o homem.

O trio foi preso na noite de domingo (24), depois de praticar dois assaltos no Jardim Novo Mundo, na região leste da capital. Após a prisão, o bebê foi levado para o Conselho Tutelar. Segundo o guarda civil metropolitano Giuvan Vieira, o modo de agir do grupo é quase sempre o mesmo.

“A mãe chega no estabelecimento com a criança mais o pai, pede algumas coisas e, na hora de pagar, já anunciam o assalto”, disse.

Irmãos foram presos em flagrante pelos assaltos, em Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)
Irmãos foram presos em flagrante pelos assaltos, em Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Na noite de domingo, segundo o guarda, eles assaltaram uma distribuidora de bebidas, levando objetos dos clientes, além do carro do dono do estabelecimento, e, depois, roubaram duas pessoas em uma casa. O grupo foi preso enquanto tentava roubar a caminhonete de um homem, momento em que a Guarda Civil chegou e fez a prisão em flagrante.

“Eu estava conversando com um amigo na porta da residência dele, aí chegaram estes indivíduos gritando ‘vamos, vamos vamos, passa o celular’”, contou o dono da caminhonete.

Conforme a corporação, dois criminosos, que participam da quadrilha, conseguiram fugir levando as armas usadas nos assaltos. Eles levaram o celular e a carteira de uma das vítimas, totalizando um prejuízo de mais de R$ 500.

Com informações G1


Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
25 + 9 =