Funcionário da Águas de Manaus abaixa calça e ‘exibe’ o pênis para moradora que reclamou de bloqueio de garagem

Manaus –  Uma moradora do bairro São Jorge, localizado na Zona Oeste da capital amazonense, procurou as redes sociais para desabafar após ter sofrido uma agressão verbal e sexual por parte de um dos funcionários da concessionária Águas de Manaus. A professora Simone Cunha, relatou que ao tentar sair da garagem de sua casa notou um veículo modelo Montana, cor vermelho, placa NOZ-0778, da concessionária Águas de Manaus obstruindo sua saída.

Ao solicitar que o funcionário da concessionária retirasse o carro da frente da sua garagem foi surpreendida com diversos xingamentos. Confira o relato: “Uma empresa pública deveria dar o exemplo de não estacionar em frente à garagem dos outros. Daí ele me chamou de ‘vaca’ e outros adjetivos. Eu disse que ia tirar foto dele e do carro, ele retirou o pênis da calça e disse que eu deveria fazer sexo oral nele”, desabafou a professora.

De acordo com a polícia, o homem que aparece na imagem cometeu o crime previsto no Art. 233 do Código Penal brasileiro. Que consiste na prática de obscenidade em lugar público, ou aberto ou exposto ao público. A pena varia de 3 (três) meses a 1 (um) ano de detenção, além de multa. Até o momento o funcionário que aparece na imagem não foi identificado. Leia o desabafo de Simone na íntegra:

Em nota, a  Águas de Manaus se pronunciou informando  que o funcionário é de uma empresa terceirizada, e que já  foi desligado da mesma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
13 + 8 =