Galeria de água pluvial rompe e terminal da Constantino Nery será interditado para obras


Manaus – A partir das 20h desta quinta-feira (11), o Terminal de Integração da Constantino Nery – T1 será interditado, temporariamente, e os ônibus serão desviados para as vias paralelas, onde acontecerá o embarque e desembarque de passageiros de 72 linhas. A interdição é necessária para recuperação emergencial de uma rede de drenagem que se rompeu bem no meio da pista, dentro do terminal.

Ainda pela manhã, quando a equipe da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) detectou a gravidade do problema, o prefeito em exercício Marcos Rotta esteve no local para determinar as medidas que serão adotadas em conjunto pelas secretarias envolvidas na operação.

“Estudamos as alternativas viáveis para solucionar esse problema em uma das galerias de águas pluviais que cedeu no local. Por estar localizada na passagem de transportes pesados, como é o caso dos ônibus, vamos tomar as providências cabíveis com o máximo de urgência”, afirmou Rotta. “Peço paciência de toda a população, pois são obras muito antigas que têm certo prazo de validade. Estamos fazendo o possível para apresentar as soluções que a cidade espera”, completou.

Os pontos de parada provisórios serão correspondentes aos locais de embarque do T1, ou seja, os usuários devem aguardar os ônibus paralelamente à parada original de cada ônibus. Um efetivo de 40 fiscais da Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) irá acompanhar a operação das linhas e orientar a população sobre as mudanças. Vale destacar que a integração dos passageiros vindos do Terminal da Cachoeirinha – T2 será mantida.

Os condutores devem ficar atentos ao trânsito, uma vez que os ônibus serão desviados para fora do terminal, com o embarque e desembarque de passageiros realizado pelo lado direito da avenida Constantino Nery em ambos os sentidos da via. Agentes do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) estarão no local para monitorar o fluxo e auxiliar na circulação de ônibus e demais veículos.

Obra

Devido ao desanelamento na caixa de drenagem da galeria subterrânea que passa pelo T1, a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf) vai iniciar o serviço emergencial de recomposição da rede de drenagem. A obra está prevista para iniciar às 22h de hoje (11), após interdição do terminal.

Duas equipes com aproximadamente 40 homens e mais duas retroescavadeiras, entre outros maquinários pesados, já estão programadas para o serviço.  A Seminf irá substituir a antiga estrutura por uma nova com tubulações em concreto armado.

Segundo Antônio Peixoto, subsecretário de Serviços Básicos da Seminf, o trabalho é minucioso, pois o local é de difícil acesso devido à profundidade da galeria subterrânea. “Vamos trabalhar com equipamento apropriado para abrir e quebrar o concreto da via. É uma galeria antiga, profunda e temos que ter muito cuidado para não ocasionar maiores danos ao local e aos nossos servidores. Vamos trabalhar ininterruptamente e com a máxima urgência”, explicou.

A expectativa é que os serviços sejam concluídos nas primeiras horas desta sexta-feira (12), quando o funcionamento do T1 deve ser normalizado.

Com informações assessoria

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas