Homem que foi salvo pela Polícia Militar é encontrado morto no bairro Tarumã

Manaus – Cinco dias após ser salvo por policiais da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), Carlos da Silva Ribeiro, de 27 anos, não teve a mesma sorte e foi encontrado morto com sinais de espancamento e várias facadas pelo rosto. O corpo foi encontrado no final da noite de ontem, quinta-feira (25) por morados da comunidade Parque Riachuelo 2, localizada no bairro Tarumã, na zona oeste da capital amazonense.

A polícia informou que a vítima tinha diversas passagens por crimes como roubo, perturbação e era um dos principais suspeito de  ter cometido um homicídio, no dia 22 julho do ano passado na esquina da rua 5 de maio com avenida Mulateiro, no bairro Monte das Oliveiras.

No último domingo(21), Policiais militares que faziam patrulhamento no bairro Tarumã, encontraram Carlos da Silva Ribeiro, amarrado dentro de um veículo durante uma abordagem policial na rua Praia de Icaraí, no Parque Rio Solimões.

De acordo com as informações de policiais militares da 20ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom), um veículo  em atitude suspeita,  não obedeceu o sinal de parada  e empreendeu fuga em alta velocidade, ignorando a presença de pedestres na região.  Após conseguirem interceptar o carro os policiais encontraram o homem imobilizado no porta-malas, com diversos hematomas  pelo corpo.

Os condutores do veículo foram identificados como Júnior Paiva Lima, 34 anos, Jonas Rodrigues da Silva, 29 anos, e Railson da Silva Marques, 23 anos, foram presos em flagrante e encaminhados ao 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Conforme o registro policial, o trio informou que Carlos havia tentado roubar a casa de um deles e que foi surpreendido e imobilizado logo em seguida para ser conduzido até a delegacia, o que foi desmentido pelos policiais militares. O caso na época foi registrado na delegacia como lesão corporal e, após serem ouvidas, as partes foram liberadas.

A Delegacia Especializada em Homicídios (DEHS), investiga o que teria motivado o assassinato Carlos da Silva Ribeiro.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
8 × 15 =