Image and video hosting by TinyPic

Incomodado com latidos, homem corta patas de cachorro e o deixa agonizar


Belém – Um homem cometeu um ato de extrema crueldade contra um cachorro, na cidade de Marabá, sudeste paraense, nesta quinta-feira (7), ao cortar uma das patas dianteiras de um cachorro e quase decepar o pescoço do animal, além de ter arrancado a língua e ter cortado o focinho, os lábios e dentes do cão. Apesar de ter sido socorrido, o animal não resistiu às mutilações e morreu.

O caso aconteceu no residencial de casas populares Jardim do Éden, em Morada Nova. O acusado da barbárie é Erick Walber Afonso dos Santos, de 40 anos, que cometeu o crime porque o cão comeu o preá, ou porquinho da índia, de estimação dele.

O cachorro pertencia a um vizinho do acusado, identificado como Josias dos Santos Aguiar, de 23 anos. O caso foi denunciado aos protetores da ONG “Focinhos Carentes”, que resgataram o animal.

O cachorro chegou a ser levado por um veículo do Centro de Controle de Zoonoses. Três médicos veterinários tentaram estancar o sangue e aliviar o sofrimento do animal, além de buscar outro cachorro para realizar uma transfusão de sangue, mas a vítima dos maus-tratos não resistiu.

(Com   informações de Alessandra Gonçalves/Diário do Pará)


Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
24 ⁄ 6 =