Populares espancam e ateiam fogo em homem acusado de estuprar e assassinar adolescente; assista

Manaus = Cenas tiradas de um filme de terror foram vistas no Município de Borba (distante 151 quilômetros de Manaus) na noite do último domingo (8), durante o a sessão de espancamento de Gabriel Lima Cardoso, 18, que teve o corpo carbonizado por populares.

Gabriel Lima Cardoso foi preso sobre a acusação de estuprar e matar com 16 facadas uma adolescente de 14 anos. Segundo a polícia, Gabriel Lima Cardoso estuprou e matou a adolescente após uma briga do casal.

O suspeito foi linchado por  centenas de pessoas que invadiram e depredaram o quartel da Polícia Militar, onde ele estava preso. A equipe policial não foi suficiente para contar a fúria da população ensandecida por justiça. Durante a ação, ao menos seis policiais militares foram lesionados.

População revoltada invadiu delegacia e matou suspeito de estupro queimado (Foto: Reprodução)

Três vídeos do ataque foram divulgados na internet. Confira!

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
14 × 1 =