Jovem brasileira brilha em olimpíada sobre energia nuclear

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup

Rio –  Alice Cunha da Silva, 25 anos, mal pôde acreditar quando ouviu seu nome ser anunciado como vencedor da Olimpíada Nuclear de 2015. Organizado pela Universidade Nuclear Mundial, o evento ocorreu na sede da Agência Internacional de Energia Atômica, na cidade austríaca de Viena.

Para ganhar o prêmio, a estudante de Engenharia Nuclear da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) realizou uma pesquisa relacionada ao tratamento de câncer. Quando pacientes ingerem determinados elementos, eles se alojam em partes do corpo e emitem uma radiação que é captada por câmeras especiais, mostrando aos médicos a localização dos tumores.

“Ao falar sobre energia nuclear, as pessoas pensam em bombas, mas elas não têm ideia da quantidade de aplicações pacíficas que esses materiais possuem”, diz Alice. No YouTube, um vídeo feito pela estudante para explicar o projeto teve mais de 44 mil visualizações.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
10 × 13 =