Médicos detectam infecção bacteriana e alta de Bolsonaro é adiada

São Paulo – O presidenciável Jair Bolsonaro teve sua alta do Hospital Israelita Albert Einstein, prevista para sexta-feira (28), adiada pela detecção de uma infecção bacteriana. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

De acordo com a publicação, a infecção foi detectada após um exame de rotina. A avaliação é de que a infecção não apresenta um risco para a saúde de Bolsonaro e que ele deverá receber alta no domingo, dia 30.

Bolsonaro recebeu uma facada enquanto fazia um ato de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais, no dia 6 de setembro. Após operação, ele foi transferido para o Albert Einstein, em São Paulo, no dia seguinte.

Nesta quinta-feira (27), o presidenciável do PSL teve um desentendimento público com seu vice, o general Hamilton Mourão.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
18 ⁄ 3 =