Ministro da Transparência permanecerá no cargo, diz presidente Temer

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup

São Paulo – O ministro da Transparência, Fiscalização e Controle, Fabiano Silveira, permanecerá no cargo. A decisão foi tomada pelo presidente em exercício, Michel Temer após reunião de quase duas horas de Temer com o chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da secretaria de governo Geddel Vieira Lima. O cargo de Fabiano havia sido ameaçado depois de o programa Fantástico da TV Globo divulgar uma conversa na qual ele dava dicas para o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) de como se comportar durante as investigações da Lava-Jato.

Duas coisas pesaram na decisão de Temer. A primeira é que Fabiano é indicação do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e o governo não quer comprar briga com o senador em um momento que o impeachment da presidente Dilma ainda transita pela casa e que importantes medidas legislativas precisam de apoio para ser aprovadas no congresso.

O outro ponto a favor de Fabiano é o fato de, diferentemente do ex-ministro do Planejamento Romero Jucá, ele não ser um personagem central na conversa. Um aliado de Temer lembra que Fabiano apenas dá orientações a Renan na conversa gravada pelo ex-presidente da Transpetro Sergio Machado. No caso de Jucá, o peemedebista era interlocutor direto do ex-presidente da estatal. Sobre a pressão dos servidores do Ministério da Transparência que pedem a saída de Fabiano, a avaliação do Planalto é de que o governo não pode ceder a “pressões corporativas”.

Temer tem uma agenda marcada no fim da tarde com o Procurador Geral da República, Rodrigo Janot, na qual reafirmara o apoio do governo nas investigações conduzidas pelo juiz Sérgio Moro. Janot deve trazer ao presidente em exercício uma pauta de reivindicações de aumento dos servidores do Ministério Público Federal.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
40 ⁄ 20 =