Motorista que atropelou pessoas em Copacabana alega não lembrar de acidente

Rio –  O motorista Antônio de Almeida Anaquim, de 41 anos, que atropelou diversas pessoas na noite desta quinta-feira, na orla de Copacabana, Zona Sul do Rio, chegou ao Instituto médico Legal (IML), no Centro, por volta das 23h45m. Ele foi ao local para realizar os exames de corpo de delito. Segundo policiais, ele alegou que “não bebe” e, aparententemente, não apresentava sinais de embriaguez. Na saída, Anaquim não quis falar com a imprensa.

Ainda de acordo com os policiais, o condutor do veículo alegou que não se lembra do que ocorreu, que ficou desacordado por alguns momentos no veículo até recobrar a consciência e que fazia “questão de realizar o exame de corpo de delito” para comprovar sua versão.

Anteriormente, segundo a PM, ele já havia relatado ter sofrido um ataque epiléptico que teria provocado o acidente. Dentro do automóvel envolvido nos atropelamentos, os policiais encontraram medicamento indicado para pessoas que sofrem da doença.

Com informações O Globo 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
6 + 22 =