Mulher é encontrada morta e com sinais de estupro no Tarumã


Manaus – O corpo da estudante Brenda da Mota Dantas, 21, foi encontrado com sinais de estrangulamento na região da Prainha, no Tarumã, zona oeste de Manaus. Segundo a mãe da estudante, Vera Lúcia da Mota, 43, a filha foi encontrada na manhã de segunda-feira (11). As informações são do D24am.

De acordo com a família, Brenda entrou em um carro vermelho, na companhia de um preso do semiaberto, conhecido como Galerito. A suspeita, segundo Vera Lúcia, é que a filha tenha sido estuprada e drogada antes de ser morta.

A estudante havia saído de casa na noite de sexta-feira (10), com destino a uma choperia no bairro do Coroado, na zona leste. Na volta para casa, segundo a mãe da vítima, Brenda encontrou Galerito e entrou no carro do detento.  O suspeito, indicado pela família, segundo a mãe de Brenda, chegou a ir até o Instituto Médico Legal (IML) para confirmar a morte da estudante.

“Ela estava com um amigo quando esse carro parou. Tinham seis pessoas no carro, sete com ela. E ela foi com eles. No IML, disseram que tinha droga no corpo dela, mas minha filha não usava drogas, só bebia e dançava. Drogaram e estupraram, isso que aconteceu”, disse a mãe.

Conforme Vera Lúcia, Brenda tinha um relacionamento amoroso com Galerito.

Na Delegacia Especializada de Sequestros e Homicídios (DEHS), não constava nenhum registro sobre o caso.

A estudante deixou uma filha de dois anos.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas