Pastor e mais quatro são presos por atraso no pagamento de pensão alimentícia


Coari – O pastor Francisco Mota Gonçalves Filho, 36, e mais quatro homens, foram presos por não pagarem pensão alimentícia em Coari (a 363 quilômetros de Manaus), nesta sexta-feira (16). A informação foi confirmada pelo delegado Mauro Duarte, da Delegacia Interativa de Polícia de Coari (DIP). As informações são do D24am.

loading...

Além do pastor, foram presos: Edilson Alves de Souza, 38; Josué Silva de Souza, 47, o mestre de carga Edgard de Souza Almeida, 43, e Sanrley dos Santos Paz, 42.

De acordo com o delegado, todos os mandados de prisão foram expedidos pelo juiz Fábio Lopes Alfaia, da 2ª Vara da Comarca de Coari.

Dentre os presos, o pastor Francisco Mota, era quem devia o valor mais alto, R$ 3,9 mil, segundo o delegado Mauro Duarte.

Ainda segundo o delegado, todos os presos vão responder pelo crime de não cumprimento de pagamento de pensão alimentícia e serão levados para a Unidade Prisional de Coari.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas