Polícia investiga estupro coletivo em Manaus

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial

Erro no banco de dados do WordPress: [Table 'expr41812039866.wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup' doesn't exist]
SELECT * FROM wp_ryp5frf1zq_impulsosocial_popup

Manaus – A mulher  estava em uma festa quando voltou de carona com Agnaldo, que já era seu ex namorado e foi para a casa dele, onde fizeram sexo consensual.

Segundo o relato da vitima , o caso aconteceu por volta de 6h30 da manhã de sexta-feira.

Entretanto depois  do ato sexual estavam escondidos mais dois amigos dele dentro da residência : Vitor e Herllan.

Os dois entraram surpreendendo a vítima. No quarto, e a estupraram repetitivas vezes.

Depois do estupro, os três acusados permitiram que a vítima fosse embora após ameaçá-la de morte caso comentasse  do crime ocorrido, no entanto a mulher foi direto para a delegacia onde relatou o crime aos policiais, e o delegado plantonista Carlos Augusto foi com uma equipe até o local do estupro.

Agnaldo Soares Vasconcelos Junior, Vitor Lima Campos e Herlllan Frank de Souza Ferreira foram presos em flagrante delito e admitiram que fizeram sexo com a vítima, mas disseram que foi consensual, alegando que ela quis ir para o local e que teria aceitado manter relações sexuais com os três.

O Trio tentou se explicar mas os argumentos foram contestados pelas as autoridades policiais.

Agnaldo e os dois colegas foram  encaminhados para a  Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde ficarão ã disposição da Justiça.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
27 ⁄ 3 =