Image and video hosting by TinyPic

Presos trabalham na montagem de casas para cães abandonados


São Paulo – Detentos do Presídio Regional de Pelotas (RS) participam de um projeto que tem como objetivo melhorar a vida dos cães de rua da cidade. Por enquanto, três presos trabalham montando casinhas para cachorros numa marcenaria. A cada três dias de trabalho, um dia da pena deles é diminuída.

O projeto foi iniciado há cerca de dois meses e foi idealizado por Organizações Não Governamentais que se preocuparam com o sofrimento de animais de rua que passavam muito frio nesse período.

As casinhas para os cães são feitas de madeira e possuem até telhas no teto. Mais de 50 estruturas já foram montadas e distribuídas na região.

Um dos presos afirma que a atividade ajuda a passar o tempo, além de ter ensinado uma profissão, que pode ser de grande utilidade para sua reinserção na sociedade.

Depois de prontas, as casinhas são colocadas em pontos da cidade, à espera de cães para ocupá-las.

cats.jpg

Moradores de Pelotas também têm um papel importante no projeto, já que doam materiais para o presídio. De acordo com o diretor, ainda é possível retirar as estruturas no próprio local.


Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
17 − 10 =