Quadrilha é presa após tentativa de homicídio contra policial durante assalto em clínica odontológica


Manaus – Uma quadrilha com seis pessoas foi presa nesta quinta-feira (5) após cometer assalto a uma clínica e tentar matar uma escrivã da Polícia Civil, que foi feita refém juntamente com outros pacientes. A ação criminosa aconteceu hoje no bairro de São Francisco, zona Sul.

O grupo recebeu a informação de que a empresa tinha R$ 20 mil em caixa. Com o bando foram presos outros dois homens por suspeita de tráfico de drogas e um segue foragido. A quadrilha invadiu a clínica e segundo a polícia, ao verem o distintivo da policial, um dos suspeitos, Mateus Ícaro de Menezes,19, tentou matá-la. Os outros nomes não foram divulgados ainda.

Conforme a polícia, a arma de Mateus travou e, enquanto tentava engatilhar, o suspeito acabou atingindo o próprio pé. Ele foi preso depois de receber atendimento no Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, levado por outro suspeito, identificado inicialmente somente
como Júnior, que permanece foragido.

Os demais foram detidos em uma casa no bairro São Francisco, depois de Mateus ter indicado onde estavam os parceiros, segundo o delegado do 26º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Raul Neto, que também atuou na ocorrência. Ao todo, cinco pessoas estão envolvidas
no assalto, mas uma fugiu em um das motos utilizadas. Júnior fugiu com uma arma depois de deixar Mateus no pronto-socorro.

Já outras duas pessoas foram presas por tráfico de drogas, já que estavam na casa utilizada como local onde eram deixados objetos roubados. No local foram apreendidas 19 trouxinhas, uma arma caseira, sem munição deflagrada. Entre os integrantes da quadrilha, a Polícia Civil identificou uma mulher conhecida como “Rebeca Larápia”, acusada de já ter cometido vários assaltos a postos de gasolina na capital. Eles foram apresentados no 1º DIP para os procedimentos cabíveis.
Todos os suspeitos foram presos e, podem ser indiciados por roubo majorado, porte ilegal de arma, e tentativa de homicídio. Em seguida, serão encaminhados para audiência de custodia no Fórum Ministro Henoch Reis, no bairro de São Francisco, na zona Sul.

Com informações Portal do Marcos Santos 


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas