Radares móveis fiscalizam excesso de velocidade em Manaus


Manaus – As fiscalizações de excesso de velocidade na Ponte Rio Negro começaram a ser realizadas a partir desta sexta-feira (25). Serão dois radares móveis, com alcance de 500 metros cada, presentes nos dois sentidos da rodovia. O Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) pretende instalar, até a próxima segunda-feira (28), mais seis radares móveis para fiscalizar as principais vias de fluxo de veículos na capital.

A velocidade de tráfego de veículos permitida é de até 60 quilômetros por hora, é o que prevê o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). De acordo com o diretor-presidente do Detran-Am, a implantação do método de fiscalização deve inibir que condutores de veículos, que colocam em risco a própria vida e a de terceiros, não abusem do excesso de velocidade.

“O índice de acidentes de trânsito tem crescido em Manaus. É cada vez mais constante ver a mídia noticiar acidentes com vítimas fatais. Isso ocorre porque muitos motoristas são imprudentes e insistem em cometer infrações. A instalação desses radares deve causar uma queda nesses registros e, com isso, dar mais segurança à população”, frisou.

Entre os pontos que vão receber a fiscalização estão: avenida das Torres, avenida das Flores, avenida Torquato Tapajós, Estrada do Turismo e as rodovias AM-070 e AM-010. Ainda de acordo com Leonel, depois que o trânsito da cidade deixou de ter fiscalização por radares eletrônicos, conhecidos como ‘corujinhas’, houve um aumento de acidentes na cidade.

“Os motoristas percebem que não há fiscalização então abusam totalmente da velocidade permitida. Esses radares móveis, além das vias já citadas, poderão ainda ser deslocados para qualquer região da cidade. A ideia é que todo e qualquer condutor fique ciente que estaremos realizando fiscalização intensa em todos os cantos da cidade”, destacou

O Detran-AM destaca que as operações de fiscalizações serão realizadas em parceria com os policiais militares do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar do Amazonas (Batran-AM) e o condutor que infligir a velocidade permitida será autuado em multa gravíssima no valor de R$ 293,47. Além disso, ele deve perder 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação.

Durante o fim desta tarde, o Detran-AM destacou que, já na próxima semana, o órgão pretende implantar 16 cabines de fiscalização para monitorar, 24 horas por dia, ruas e avenidas de intenso fluxo de veículos na capital.

Ao todo, serão mais de 200 agentes, entre fiscais e peritos do Detran-AM e PMs do Batran-AM, empenhados em fiscalizar e adotar medidas cautelares contra condutores de veículos que estejam trafegando de forma irregular.

“O trabalho desses agentes será em identificar as mais diversas infrações, como excesso de velocidade, documentação de veículo, irregularidades nas CNHs, entre outras. Além desses serviços, a sociedade poderá contar ainda com profissionais capacitados para fazer perícia em acidentes de trânsito, principalmente, quando não há registro de vítimas lesionadas. A medida facilitará, assim, o tempo de espera que o motorista enfrenta quando busca esse tipo de serviço em uma unidade policial atualmente”, destacou Leonel Feitoza.

Com informações Portal Em Tempo. 

 


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas