Senador Cristovam Buarque revela ‘ataque hacker’ e nega ter curtido foto de mulher pelada


Brasília – A equipe do senador Cristovam Buarque (PPS-DF) registrou ocorrência policial por difamação e invasão de dispositivo informático na quarta-feira (9/8). De acordo com a assessoria do parlamentar, a conta oficial de Cristovam no Twitter foi invadida, e o responsável teria usado o login do senador para curtir fotos de mulheres nuas, aparentemente menores de idade. Como na rede social é possível ver as postagens curtidas por outros perfis, a situação causou constrangimento.

O caso está sendo investigado pela Polícia Legislativa do Senado e pela Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos da Polícia Civil do Distrito Federal.

Segundo a assessoria de Cristovam, os primeiros ataques ocorreram na segunda (7) e na terça (8). A equipe do parlamentar afirma que, nessas ocasiões, foram curtidas fotos de três mulheres nuas.

Na quarta (9), o senador registrou ocorrência e trocou sua senha de acesso ao Twitter. No entanto, de acordo com a assessoria, nesta quinta (10), uma nova imagem obscena foi curtida por meio da conta do senador.

“Caso ocorram outros ataques semelhantes — uma vez que trocar a senha não foi o suficiente para proteger a conta —, informamos que não se trata de um ato cometido pelo senador Cristovam Buarque”, afirma nota emitida pelo gabinete do parlamentar.

O número de figuras públicas que tiveram contas na internet hackeadas é enorme. Segundo dados da Polícia Civil, a cada duas horas um brasiliense é alvo de crime contra a honra na web. Recentemente, outra figura da política local também precisou registrar ocorrência por conta de crimes cibernéticos. Em julho, o deputado distrital Lira (PHS) acionou a polícia por conta da página “Lira Safadão”, criada no Facebook para ironizar o parlamentar.

Com informações Metrópoles


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas