Vaticano investiga grupo brasileiro de padres satanistas

Roma – Exorcistas que adoram o Diabo e acreditam que seu antigo líder controla as mudanças climáticas estão sendo investigados pelo Vaticano. A denúncia foi realizado pelo vaticanista Andrea Tornielli em seu blog no site “Vatican Insider”, do jornal italiano “La Stampa”.

O grupo ultraconsevador católico Arautos do Evangelho, fundado pelo monsenhor João Clá Dias, seria conhecido por praticar exorcismo para “atrair” pessoas para seu movimento. Segundo eles, seu antigo comandante, Plínio Corrêa de Oliveira, que morreu em 1995, está em contato direto com Satanás.

A investigação do Vaticano foi lançada após a divulgação de um vídeo em que os Arautos relatam uma conversa com o demônio.

Continua afirmando: “O Papa faz o que eu quiser, ele é um estúpido! Ele me obedece em tudo. Ele é minha glória, ele me serve”. E, por último, afirma que o “Papa morrerá caindo” e que será substituído por Plínio.

Um porta-voz do Vaticano afirmou que um inquérito será instaurado para apurar o caso. Os Arautos do Evangelho, por sua vez, afirmam que as acusações são “obsoletas, todas respondidas e devidamente refutadas conforme os ditames da mais estrita doutrina católica”.

Com informações O Globo

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
36 ⁄ 9 =