Veículo usado por ex-presidiário que atirou em delegado pertence ao deputado Pauderney

Manaus – Um dos carros que eram procurados pela Polícia Civil neste final de semana, em Manaus, durante uma operação que acabou vitimando o delegado Péricles do Nascimento com um tiro no rosto, pertence ao deputado federal Pauderney Avelino (DEM). O delegado Péricles, titular da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Veículos (Derfv), comandava uma operação para desarticular uma quadrilha de roubo de automóveis na capital amazonense.

A informação foi confirmada pelo delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Mariolino Brito. “Confirma. Um dos carros roubados pela quadrilha é do deputado Pauderney”, disse. “Esse grupo de meliantes assaltavam picapes e carros comerciais. Eles se mesclam. Uma parte foi presa durante o confronto com a polícia e a outra estamos trabalhando para prender”, disse Mariolino Brito à reportagem. O delegado-geral não soube informar há quanto tempo a quadrilha atuava e nem quantos carros já foram roubados por eles.

O veículo em questão, que pertence ao deputado Pauderney Avelino, é uma picape Chevrolet modelo S10, que foi roubada no último dia 6 de outubro, no bairro Tarumã, Zona Oeste. Na noite de ontem, domingo (8), os policiais civis da Derfv localizaram a S10 do deputado Pauderney na rua 18 do bairro Alvorada, Zona Centro-Oeste. Entretanto, os membros da quadrilha foram localizados em uma residência na rua Paraíso 2, na comunidade Campos Sales, bairro Tarumã, onde houve o confronto e troca de tiros.

A reportagem tentou contato com a assessoria de imprensa do deputado Pauderney Avelino (DEM), mas não obteve sucesso.

Delegado hospitalizado

O delegado Péricles do Nascimento, baleado com tiro no rosto, passou por duas cirurgias em Manaus e deverá ser transferido para um hospital na cidade de São Paulo. O quadro de saúde dele é estável e ele não corre risco de morte.

Suspeito morto

O homem suspeito de ter sido o autor do disparo que atingiu o rosto do delegado Péricles morreu durante troca de tiros com policiais. Cliffer Lourival Grangeiro Figueiredo, 32, que é ex-presidiário, foi a óbito ainda na madrugada desta segunda-feira (9) em Manaus.

Com informações Portal Acrítica 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
28 × 13 =