Vereadores são presos acusados de fraude milionária no município de Careiro Castanho

Manaus – Operação Marlboro, deflagrada pela Polícia Civil, investiga crimes eleitorais.

Conforme da policia, recursos da Secretaria de Ação Social eram desviados e  usados na campanha a reeleição do atual prefeito Hamilton Alves Vila (PMDB).

Foram presas dois servidores públicos  identificados como Girlaine Martins Rodrigues (subsecretária de ação social); Aurilene Barbosa Pucu Cardoso; Jucimara Cabral Cavalcante e Élcio Freitas Nascimento pré candidato a vereador.

Os vereadores João Doza de Oliveira Neto (ex-presidente da Câmara Municipal) e Gleuson Mesquita de Lima, são suspeitos integrar uma organização criminosa.

O promotor João Ribeiro Guimaraes Nettoanalisou, alegou que há indícios suficientes da autoria dos crimes.

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
29 − 8 =