Vigilantes e profissionais de enfermagem pagam o preço pelo dinheiro desviado da Saúde no AM


Manaus = Diversos profissionais não sabem quando vão receber o salário pago por empresas terceirizadas ‘Total Saúde’ e ‘Salvare’, que prestam serviços ao governo do Amazonas. Tem terceirizado do estado que não é pago desde de fevereiro e  nesta quinta-feira (06), realizaram paralisação das suas atividades.

Um grupo de grupo de funcionários  realizou manifestação na manhã desta quinta-feira, em frente ao hospital João Lúcio, São José 1, Zona Leste de Manaus,  pela cobrança dos seus salários atrasados.

A ação começou por volta das 7h e se estendeu até às 10h - fotos e vídeo: Luis Henrique Oliveira

Tem gente que não vê a cor do dinheiro há muito tempo. É o caso de Viviane Paiva, funcionária terceirizada. Ela não recebe desde de fevereiro.

“As dívidas estão crescendo, crescendo. Já estou com nome sujo, não boto nem a cara na rua perto da minha casa porque estou devendo algumas pessoas que pedi dinheiro para comprar leite e não tenho mais dinheiro para pagar. E não tenho mais como dizer justificativa: “Ah, vou receber, vou receber”. Porque eles mesmo não dão nem previsão de quando vai receber. A gente não saber quando vai receber e assim a gente vai vivendo”, disse.

Os profissionais informam que estão trabalham como ‘voluntários’ na unidade hospitalar, mas isso não pode continuar, pois todos precisam receber os salários para custear o sustento da família.

Participou do protesto  terceirizados da empresa Vigilância e Segurança da Amazônia. De acordo com o representante da categoria  Ângelo André, 35, a manifestação é uma forma de chamar atenção das autoridades competentes para que tomem consciência do que está acontecendo com os profissionais terceirizados.

São quase quatro meses de salários atrasados, inclusive sem vale transporte. Muitos desses trabalhadores tem como unica  fonte de renda apenas o “salário pago pela empresa pra sustentar sua família”, afirmou o presidente da federação.

 


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto:
Pular para a barra de ferramentas