Felipe Neto irá processar deputado bolsonarista ‘Hélio Negão’ por falsa acusação de pedofilia

RIO DE JANEIRO | O empresário e YouTuber Felipe Neto anunciou, nesta quinta-feira (18) que entrará com uma ação judicial contra o deputado Hélio ‘Negão’ Lopes, após o parlamentar insinuar que Felipe e o irmão, o também youtuber Luccas Neto, estavam envolvidos com crimes de pedofilia.

“Será processado o deputado Hélio Lopes, popularmente chamado de ‘Hélio Negão’ pelo Bolsonaro, por associar publicamente a minha imagem e a de Luccas Neto ao crime de pedofilia. Terá a chance de provar na justiça que temos qualquer envolvimento com isso, na cível e criminal”, disparou o influenciador no Twitter.

Na quarta (17) ele já havia comentado sobre os comentários negativos deixados em seus vídeos. “Essas fake news já foram longe demais. O cara faz uma publicação afirmando e me acusando de praticar pedofilia no meu canal. Ele será processado. Depois que ele percebeu que era notícia falsa, ele apagou a postagem, mas o print é eterno”, disse Felipe.

No vídeo em questão, é mostrado uma cena em que Felipe pergunta se seria possível criar um plug anal com seu rosto e do irmão estampados. O político do PSL uniu trechos de falas cortadas e fora do contexto para fazer as acusações. Ao fim do vídeo, ainda colocou frases como “pedofilia não tem graça” e “todos contra a erotização de crianças e adolescentes“.