Adolescente é preso acusado de espancar e estuprar idosa no interior do AM

Manaus –  Depois de 13 dias de investigação, a Polícia Civil de Iranduba conseguiu apreender, nesta sexta-feira, um adolescente de 17 anos que é acusado de participar de um roubo e tentativa de estupro contra uma senhora de 85 anos, além de lesão corporal contra o filho dela, de 65, que é surdo e outro mais jovem, adotivo, que tem 21 anos e é autista. O comparsa, também de 17 anos, está foragido. As informações são do Portal Acrítica.

O crime ocorreu no dia 6 deste mês, dentro da casa da vítima, no bairro Alto, naquele município. Na época da ocorrência, a filha da vítima, de 47 anos, relatou à reportagem que os menores invadiram a casa para roubar. Entretanto ao  perceber que havia pessoas tentando invadir o imóvel, a idosa gritou e os menores infratores arrombaram a porta e uma das janelas com perna-manca.

Os adolescentes estavam sendo procurados desde o dia do crime e ontem um deles foi localizado em sua residência na rua Codajás, bairro Mutirão, Iranduba. De acordo com o delegado Antônio Chicre Neto, titular do 31º DIP, os menores foram identificados logo após o crime. “Desde dia do fato, a nossa equipe investigou e o trabalho apontou para os adolescentes. Pedimos as apreensões e foram decretadas no início da semana pelo juiz da cidade e até agora conseguimos localizar um deles. O outro está foragido”, disse Chicre.

O crime foi cometido com requintes de crueldade, pois os dois adolescentes desferiram vários golpes na idosa de 83 anos, no filho surdo de 65 e no irmão dele, de 21, que é autista. A maioria dos golpe atingiu a cabeça do deficiente e também as costas da idosa de 65 anos.

Na época, o jovem autista conseguiu ainda tomar um terçado de um dos jovens e acertá-lo na perna. Feito isso, a dupla fugiu com um televisor, que foi recuperado pela equipe de investigação. Segundo o delegado, o jovem foi autuado por  ato infracional de invasão de domicílio, roubo, lesão corporal e tentativa de estupro. A partir de agora, o adolescente  ficará à disposição da Vara da Infância e da Juventude Criminal e as buscas seguem para encontrar o comparsa, também de 17 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
19 × 14 =