Algemada, ex-primeira-dama do Amazonas é escoltada para a audiência de custódia

Manaus – Presa pela segunda vez no desdobramento da operação Vertex, da Polícia Federal, a ex-primeira-dama do Estado do Amazonas Nejmi Aziz, esposa do senador Omar Aziz (PSD), passou por audiência de custódia na Justiça Federal, no final da tarde desta quarta-feira (31).

Porém a Justiça Federal entendeu que a prisão da ex-primeira-dama deve ser mantida porque a liminar que a soltou na temporária, no dia 21 de julho, foi revogada.

Após a audiência de custódia, Nejmi Aziz foi transferida para o Centro de Detenção Provisória Feminino (CDPF). Segundo a defesa das ex-primeira-dama do Estado do Amazonas é esperado que nas próximas horas o Superior Tribunal de Justiça (STJ) aprecie o pedido de habeas corpus para conceder liberdade à esposa do senador Omar Aziz.

Confira o momento em que Nejmi é leva a audiência de custódia.

Operação Vertex

No dia 19 de julho a ex-primeira-dama do Amazonas, Nejmi Aziz, foi presa pela Polícia Federal (PF), durante o desdobramento da operação Maus Caminhos batizada de operação Vertex, sinônimo da palavra vértice que significa o ponto mais alto, referência ao alcance da investigação, que reuniu indícios robustos da prática de crimes de corrupção passiva, lavagem de capitais e pertinência a organização criminosa.

Entre os alvos da operação estão o atual senador Omar José Abdel Aziz e seus irmãos Amin, Mansour e Murad Aziz além da sua esposa Nejmi Aziz.  A operação comandada pela Polícia Federal cumpriu 49 mandados de busca e apreensão, 9 mandados de prisão temporária, sete mandados de sequestro de bens móveis e 18 mandados de bloqueios de contas de pessoas físicas e jurídicas, congelando cerca de R$ 92,5 milhões de pessoas ligadas ao senador Omar Aziz (PSD-AM).