Após aceitar carona, adolescente sofre estupro em Itacoatiara

Manaus – A equipe de investigação da Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Itacoatiara, sob o comando do delegado Paulo Barros, titular da unidade policial, com o apoio de policiais militares lotados naquele município, distante 176 quilômetros em linha reta da capital, prendeu em flagrante, na sexta-feira (16/8), Paulo César de Oliveira, 31, por estupro de vulnerável que teve como vítima uma estudante de 13 anos. A prisão ocorreu na casa da companheira dele, situada no bairro Mutirão, naquele município.

De acordo com a autoridade policial, o crime ocorreu na tarde de sexta-feira (16/8) por volta das 12h30. Segundo o delegado, na ocasião, a vítima caminhava em direção à escola onde estuda naquele município, quando Paulo, conduzindo o carro particular dele, abordou a adolescente e ofereceu carona para ela.

“A estudante aceitou a carona oferecida por Paulo e, no meio do percurso, o infrator mudou o trajeto e entrou em um ramal, às margens da rodovia estadual AM-010. Ele ameaçou a vítima de morte e obrigou a adolescente a manter relações sexuais com ele. Após consumar o delito, o infrator deixou a vítima na escola onde ela estuda e novamente a ameaçou caso ela delatasse o fato para alguém. A adolescente, no entanto, imediatamente comunicou o ocorrido para a diretora da escola, que em seguida, acionou os pais da vítima”, explicou Barros.

O titular da DIP de Itacoatiara informou, logo em seguida ao crime, os familiares da vítima, que procuraram a unidade policial e formalizaram o Boletim de Ocorrência (BO). “Imediatamente iniciamos as diligências em torno do caso e identificamos o infrator. Solicitei apoio de policiais militares, que foram até a casa da companheira de Paulo, onde ele foi preso. O indivíduo foi conduzido ao prédio da delegacia, onde a vítima reconheceu o infrator. Em depoimento, Paulo confessou o crime”, destacou o delegado.

Flagrante – Paulo foi autuado em flagrante por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele será encaminhado para a unidade prisional de Itacoatiara, onde ficará à disposição da Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
1 + 4 =