Cármen Lúcia deve assumir caso Temer seja afastado, diz Janaína

São Paulo – A advogada Janaína Paschoal, coautora do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff, fez uma série de declarações em seu Twitter entre a noite de quarta-feira (17) e a manhã desta quinta (18). “Muito graves as notícias, se os diálogos se confirmarem, o Pres. Temer e o Sen. Aécio não têm condições de permanecer em seus cargos”, disse.

Para a advogada, a ser comprovado um “crime comum” na gravação envolvendo o presidente Michel Temer e o presidente da JBS, Joesley Batista, o STF deve receber a denúncia e afastar o mandatário. “Digo desde o início: caia quem tiver que cair”, disparou, antes de dizer que não se arrependeu de pedir o impeachment de Dilma. “Toda esta limpeza era necessária”. Por Exame.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
8 + 16 =