Criança é estuprada ao visitar o pai em presídio de Manaus

Manaus – Uma criança de 8 anos foi vítima de estupro dentro do Centro de Detenção Provisória Masculina (CPDM), no KM 8 da rodovia BR-174 (Manaus-Boa Vista) nesta sexta-feira (28). O crime aconteceu no banheiro do pavilhão 5 da cadeia. O interno José Honilson Félix de Abreu, 22, confessou o abuso sexual e foi indicado por estupro de vulnerável. Ele cumpre pena no CPDM desde 2014 por roubo.

Segundo a polícia, a menina brincava em uma área reservada a crianças no presídio quando foi abordada pelo detento. Em depoimento, ele disse ter dito à garota que lhe daria um brinquedo caso ela achasse um isopor que estava escondido no banheiro.

Após ganhar a confiança dela, foi ao local e praticou sexo oral e tocou nas partes íntimas da vítima. Após o crime, a menina saiu do banheiro chorando e contou para o pai, também preso no CDPM, o que tinha acontecido. Na mesma hora outros detentos agrediram Honilson. Agentes da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap) encaminharam o interno, em flagrante, ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) e depois à Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca).

De acordo com informações da Depca e da Seap, o crime aconteceu durante visita da mãe da menina ao pai. A mãe contou aos policiais da Depca que era a segunda vez que levava as filhas para a visita às sextas-feiras e que deixou a menina num pátio brincando com outras crianças. Não ficou evidenciado coito após exame de corpo de delito e conjunção carnal, e a garota foi encaminhada para receber atendimento psicológico e socioeducativo.

A Seap vai instaurar inquérito para investigar possível responsabilidade de funcionários da unidade prisional. Segundo a polícia, o infrator dividia a cela com o pai da vítima.

Honilson foi ouvido na delegacia e retornou ao CDPM. Em nota, a Seap confirmou que o detento teria uma audiência de custódia neste sábado (29). Como medidas administrativas, a secretaria colocará o infrator em isolamento por 30 dias e o estupro será incluído na certidão carcerária dele.

Com informações Portal do Marcos Santos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
28 ⁄ 14 =