Em vez de chamar a polícia, homem filma estupro e divulga nas redes sociais

Porto Alegre – Um homem gravou e depois publicou em uma rede social o momento em que uma mulher é estuprada em pela luz do dia no município de Gaspar, localizado no estado de Santa Catarina. O responsável pela filmagem acabou sendo indiciado pela polícia por crime de omissão de socorro. A violência sexual ocorreu no dia 15 de março. E autor do estupro acabou sendo preso na última terça-feira violência sexual foi identificado e levado à delegacia de Gaspar nesta terça-feira (26) após o vídeo chegar até as autoridades policiais.

De acordo com o delegado Bruno Effori, responsável pelo caso, o autor do vídeo foi processado porque em nenhum momento ele tentou impedir o estupro muito pelo contrário ele filmou o crime e depois divulgou na internet.  “De acordo com as filmagens, ele poderia ter impedido o abuso sexual, ligando para polícia ou ele mesmo intervindo”, disse Effori. Ainda segundo o delegado, a omissão de socorro, pode levar quem filmou a prisão com pena seis meses a um ano de reclusão, podendo ser aumentada até 18 meses de prisão devido à gravidade em que se encontra a vítima.

O homem que aparece nas filmagens estuprando a mulher foi identificado como Jonas Pereira, de 50 anos um velho conhecido da polícia sendo autor de diversos estupros na região. Segundo o delegado do caso, ele tem antecedentes por crimes de estupro em Ilhota, em 2006, e Blumenau, em 2013 contra uma criança de 9 anos.

Jonas vai responder pelo crime de estupro de vulnerável, uma vez que a vítima estaria sem condições de se defender.

Assista a entrevista da vítima concedida ao programa Balanço Geral de Blumenau.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
23 × 28 =