Empresário paga R$ 10 mil para matar amante da mulher

Brasília –  Uma  história de traição acabou na prisão de três pessoas, entre elas um empresário conhecido de Taguatinga. Segundo a Polícia Militar, o homem teria contratado dois pistoleiros para matar o amante da mulher. O valor acertado pelo negócio seria de R$ 10 mil.

A armação foi descoberta depois que um homem, identificado como E.B.S, de 38 anos, acabou atingido por um tiro na casa onde mora, na QNF 21. A Polícia Militar foi acionada. A vítima contou que não conhecia os autores dos tiros, mas que era ameaçada pelo empresário Antônio Martins Rodrigues Moreira, 49 anos. Com base nas informações, a PM conseguiu localizar e prender o suposto mandante do crime.

Aos militares, o comerciante confessou que pagou R$ 10 mil para matar o rival. Casado há 20 anos, Antônio disse ter se surpreendido ao saber que a mulher estava grávida, uma vez que ele não poderia ter mais filhos, já que fez vasectomia.

 

PMDF/Divulgação

Vítima não corre risco de morte

O homem teria contado aos policiais que a esposa saiu de casa e foi morar com o suposto amante. Revoltado com a situação, ele resolveu se vingar e passou a fazer ameaças ao casal.

Ainda de acordo com a PM, Antônio é um importante empresário da região, dono de lojas e imóveis. A vítima possui uma passagem na polícia por porte ilegal de arma de fogo. A mulher não foi identificada, mas tem cerca de 40 anos e três filhos com o ex-marido.

No momento da prisão, o comerciante informou os nomes dos criminosos que contratou. Com isso, outras duas pessoas foram presas: Alexandre Ramos, 35 anos, e Renan Ricardo Santos, 32. O caso foi registrado na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).

Por Metrópole. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
20 × 22 =