Família interrompe velório e tira corpo de jovem do caixão esperando que ela ressuscitasse

Rio – Na sexta-feira (4), um caso incomum chocou os moradores de Delmiro Gouveia, no Sertão de Alagoas. Os familiares de Jéssica Lima, uma jovem de 23 anos, interromperam seu velório ao desconfiarem que a moça ainda estava viva. A notícia repercutiu rápido pela pequena cidade e os moradores se aglomeraram para ver o suposto “milagre”.

Testemunhas disseram que os familiares tiraram o corpo da moça do caixão e o levaram até uma cama, em um dos quartos da residência onde acontecia o velório.

A suspeita de que Jéssica estava viva surgiu quando os irmãos da jovem disseram que seu corpo ainda estava quente e que ela teria mexido.

Jéssica passou mal no dia 23 de dezembro e ficou internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Delmiro Gouveia. Ela ainda foi transferida ao hospital de Palmeira dos Índios, mas não resistiu e morreu nessa sexta-feira (4).

De acordo com testemunhas, na certidão de óbito da moça, a causa mortis seria por fator indeterminado. Também houve o relato de que uma mulher evangélica chegou ao velório e disse que a jovem ressuscitaria no sábado (5).

Após a repercussão do caso, diversas pessoas se aglomeraram na frente da residência. Foi preciso a polícia intervir e um médico foi enviado ao local para constatar o óbito de Jéssica.

O doutor Petrúcio Bandeira, responsável pelo exame, informou aos pais de Jéssica que ela estava morta. A mãe resolveu esperar amanhecer para enterrá-la.

(Com informações de Alagoas 24 Horas)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
28 ⁄ 14 =