Filha de Flordelis era amante de Anderson, diz mãe de pastor assassinado

Rio – Em depoimento à Polícia Civil, a mãe do pastor Anderson do Carmo, Maria Edna do Carmo, disse que o filho teve um caso amoroso com uma das filhas de Flordelis antes de se casar com a deputada. As informações foram confirmadas pela Record TV Rio

Ainda segundo Maria Edna, o pastor estava sendo envenenado durante as refeições, mas como o plano não deu certo, ele foi executado a tiros.

A sogra da deputada federal também afirmou que tinha detalhes do que acontecia na casa porque mantém contato diário com um dos netos.

depoimento, que durou três horas, ocorreu no último dia 25, na Delegacia de Homicídios de Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. Na saída, quando questionada pela imprensa se queria manter algum tipo de contato com Flordelis, Maria Edna foi assertiva:

“Nem um pouco. Esquece… porque ela não é minha nora”.

Visivelmente abalada, ela falou sobre a saudade que sente do filho e da esperança de que a justiça seja feita.

“Como mãe, é muita saudade. Muita saudade, muita angústia, muita tristeza… É um pedaço que arrancaram de mim. Só quero justiça.”

Depoimento do acusado 

Lucas Cezar dos Santos, de 18 anos, um dos filhos de Flordelis, afirmou em depoimento que recebeu mensagens do celular  da deputada federal incentivando o assassinato do pastor.

Segundo informações do Jornal Extra e confirmado pela Record TV Rio, o pedido feito a Lucas aconteceu três meses antes da morte de Anderson do Carmo, em junho deste ano.

Um dia antes de receber as mensagens, o jovem disse que uma de suas irmãs adotivas o procurou e perguntou se ela aceitaria matar Anderson, já que ninguém o suportava na casa. A moça teria oferecido R$ 5 mil a Lucas, que disse que não faria isso porque não tinha nada contra o pastor e tudo que precisava, o pai lhe dava.

*Com informações do R7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
1 × 21 =