‘Fiz de conta que morri’, diz mulher baleada por ex-marido em falsa tentativa de assalto

Porto Alegre – Uma mulher de 60 anos foi baleada em tentativa de feminicídio na madrugada desta quinta-feira (22). Ela está internada em estado estável na UTI do Hospital de Pronto Socorro de Canoas. O caso ocorreu em Taquara. Segundo relatado para a polícia, o ex-marido foi o autor dos tiros. (As informações são do Porto Alegre 24 horas)

Em declaração gravada pelos policias a mulher diz como fez para escapar com vida do incidente: “Foi meu ex-marido que atirou em mim. Eu fiz de conta que eu morri. Parei de respirar. Só respirei pela boca, bem fraquinho”.

Quando perguntada se o suspeito era o homem que a acompanhava, ela confirmou e deu o nome do ex-companheiro aos policiais.

Após identificado, o homem, de 61 anos, foi preso em flagrante por suspeita de tentar matar a esposa e simular um assalto.

A delegada do caso, Rosane de Oliveira disse que o casal voltava de Porto Alegre para Taquara, e quando chegaram na ponte sobre o Rio dos Sinos, quando o homem alegou ter que parar o carro por problemas mecânicos.

Ao descer do carro, o homem foi até a janela onde ela estava (na carona), quando sacou um revolver e vestindo luvas, começou atirar na vítima através do vidro. A perícia verificou ao menos 7 disparos, a mulher foi atingida na perna, no ombro e no peito.

Ela ainda acrescenta ao depoimento: “Depois ele tentou me asfixiar por várias vezes. Eu pedi para ele me salvar e me trazer pro hospital, pelos nossos filhos. Ele, inclusive, olhou meu pulso. Daí foi quando ele me trouxe aqui para o hospital, porque achou que eu estava morta. Foi ele, eu vi. Ele é um psicopata”.

O ex-companheiro disse aos policias que eles haviam sofrido uma tentativa de assalto e que os criminosos teriam disparado contra o carro e conseguido fugir.

A delegada verificou ainda que veículo é novo e de baixa quilometragem e assim dificilmente daria problema. A arma ainda não tinha sido encontrada até a noite desta quinta-feira, e o carro foi encaminhado para perícia, onde será verificado algum possível problema mecânico no carro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Solve : *
12 − 7 =